Acessos
Sexta, 14 de dezembro de 2018
82 9 8139-0717 Anuncie seu produto ou serviço com a gente

28º

Min 20º Max 28º

Muito nublado

Palmeira Dos Indios - AL

às 12:28
Política

26/07/2018 ás 12h25

113

Silvanio Rocha/DRT Registro Profissional 1448

Poço das Trincheiras / AL

Collor pode firmar oposição a Renan Calheiros
Collor e Renan Calheiros estiveram juntos em 2014
Collor pode firmar oposição a Renan Calheiros

O senador Fernando Collor de Mello (PTC/AL) pode acabar firmando oposição ao senador Renan Calheiros (MDB/AL) em Alagoas. É o que afirma o portal Terça Livre. 


Nesta semana, Collor esteve duas vezes reunido com o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB). Rui era cotado para ser o candidato ao governo e enfrentar Renan Filho (MDB), mas desistiu de participar diretamente do pleito.


Os tucanos têm dois candidatos ao Senado Federal: o senador Benedito de Lira (PP), que busca a reeleição, e o deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB).


O grupo de Collor – que não apresentou candidato ao Senado e nem ao governo – une os partidos PTC, PSB, PSC, dentre outros. 


O interesse de Collor é marcar posição, já que nas próximas eleições para o Senado Federal deve enfrentar o atual governador Renan Filho.


Collor começa a querer medir forças com Renan Calheiros. Se confirmar a aliança com Rui Palmeira, o bloco do senador do PTC agrega em tempo de televisão.


Como Collor não é mais candidato à presidência pelo PTC e, por decisão do partido, o nome do senador também é apontado como um possível candidato ao governo estadual. A fusão das oposições deve ser discutida nos próximos dias em Alagoas.


No Estado, a maior disputa é pelo Senado Federal. As pesquisas eleitorais mais recentes apontam uma disputa entre Renan Calheiros, Rodrigo Cunha, Benedito de Lira e o ex-ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa (PR). São quatro candidatos para duas vagas. Todos com chances reais de serem eleitos.


Collor e Renan Calheiros estiveram juntos em 2014. Quando Calheiros elegeu Renan Filho para o governo do Estado, Fernando Collor de Mello era o senador apoiado por ele. Os dois, inclusive, faziam parte do bloco de sustentação do governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).


Com: Agências


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium