Acessos
Sexta, 19 de outubro de 2018
82 9 8139-0717 Anuncie seu produto ou serviço com a gente

33º

Min 21º Max 35º

Parcialmente nublado

Carneiros - AL

às 13:19
Política

27/09/2018 ás 09h15 - atualizada em 27/09/2018 ás 11h05

32

Silvanio Rocha/DRT Registro Profissional 1448

Poço das Trincheiras / AL

Pesquisa Ibope: Bolsonaro, 27%; Haddad, 21%; Ciro, 12%; Alckmin, 8%; Marina, 6%
A pesquisa foi encomendada pela folha de são paulo em parceria com a tv Globo, e foi divulgada na Quarta-feira 26 de setembro.
  Pesquisa Ibope: Bolsonaro, 27%; Haddad, 21%; Ciro, 12%; Alckmin, 8%; Marina, 6%

A pesquisa realizada pelo Ibope para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quarta-feira, 26, mostra que Jair Bolsonaro (PSL) estagnou no patamar de 27% das intenções de voto. Ainda assim, ele continua na liderança pela corrida presidencial.


O candidato do PT, Fernando Haddad oscilou um ponto e chegou a 21%. Ciro Gomes(PDT) continua em terceiro lugar, com 12%, e é seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), que obteve 8%, e Marina Silva (Rede), teve 6%.



 


João Amoêdo, do Partido Novo, aparece com 3%, seguido por Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB), ambos com 2%. Guilherme Boulos (PSOL) tem 1% das intenções de voto. Brancos e nulos são 11% e 7% não sabem ou não responderam.


Na última pesquisa realizada pelo Ibope para o Estado e a TV Globo, divulgada na segunda, 24, Bolsonaro teve 28% das intenções de voto, mantendo-se estável na liderança das intenções de voto para o primeiro turno da disputa pelo Palácio do Planalto. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-04669/2018.


Pré-campanha


A última pesquisa CNI/Ibope foi realizada em junho, quando a campanha eleitoral ainda não havia começado. De acordo com a entidade, as pesquisas realizadas por ela são trimestrais. Naquele cenário de pré-candidaturas, Bolsonaro e Marina lideravam as intenções de votos dos eleitores nos cenários em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não aparecia como opção.


Quando era incluído na lista de opções, o ex-presidente passava a liderar as pesquisas com quase o dobro das intenções de voto de Bolsonaro. Na época, Lula alcançava 33% das intenções de voto, Bolsonaro 15% e Marina, 7%.


Ele foi substituído oficialmente por Fernando Haddad em 11 de setembro. O ex-presidente está preso em Curitiba (PR) por ter sido condenado na Operação Lava Jato.


 


 Fonte: Folha de São Paulo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Eleições 2018

Eleições 2018

Blog/coluna Eleições 2018
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium