Acessos
Sexta, 14 de dezembro de 2018
82 9 8139-0717 Anuncie seu produto ou serviço com a gente

23º

Min 20º Max 28º

Parcialmente nublado

Palmeira Dos Indios - AL

às 07:51
Polícia

09/11/2018 ás 11h11 - atualizada em 10/11/2018 ás 10h17

126

Silvanio Rocha/DRT Registro Profissional 1448

Poço das Trincheiras / AL

Mortos em operação policial são identificados, entre eles Adjane o Jânio
Ele já tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.
 Mortos em operação policial são identificados, entre eles Adjane o Jânio

O Instituto Médico Legal começou a identificar na manhã desta sexta-feira, 09, os corpos dos suspeitos de assalto mortos em confronto com a polícia na Operação Cavalo de Tróia, em Santana do Ipanema. Cinco dos 11 mortos já foram identificados pelo órgão, enquanto dois foram reconhecidos por familiares.


Estão identificados oficialmente:



  • Adjane da Silva, 30 anos, natural de Santana do Ipanema;

  • Evandro de Paula Lima Silva, 34 anos, natural de Minador do Negrão – AL;

  • André Luiz de Morais Lima, 30 anos, natural de Serra Talhada-PE

  • Carlos Alberto de Lima, 30 anos, natural de Arapiraca -AL;

  • Adeildo de Souza Timóteo, 23 anos, natural de Aracaju-SE;

  • José Gutemberg Nogueira Santos, 26 anos;

  • Francisco das Chagas Vieira de Barros, 32 anos;

  • Cristiano Rômulo de Souza Rodrigues, 24 anos.


Todos os corpos foram recolhidos para a instituição. Os delegados apontam que a identidade de alguns já era conhecida por eles serem alvo de investigação.


 Segundo a polícia, os suspeitos integravam uma quadrilha de roubo a bancos e teriam começado a ser investigados depois de dois assaltos praticados no interior alagoano, em Cacimbinhas e Igreja Nova, no segundo semestre. As autoridades chegaram até a casa onde eles estavam por meio do setor de inteligência.


 Adjane da Silva, 30 anos, conhecido por "Jânio" tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo e era suspeito de tráfico de drogas e homicídios, além de assaltos a bancos e até shopping center.


Ele foi preso em 29 de junho de 2016 depois de ter sido flagrado pela equipe do Fábio Costa com um revólver calibre 32 municiado. Na ocasião, o delegado concedeu uma entrevista e disse que Jânio estava sendo investigado pelo envolvimento no tráfico de drogas no Povoado Areia Branca e era suspeito na prática de ao menos dois homicídios. 


Fonte: PC/AL  Instituto Médico Legal (IML)


 


 


 

 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium